Prefeita Fátima participa de reunião sobre alternativas de traçado da RS-010

Por Caren Souza

Nesta segunda-feira (3), a prefeita de Novo Hamburgo, Fátima Daudt, participou da apresentação do estudo de viabilidade técnica e as alternativas de traçado para a RS-10, via que pretende ligar Sapiranga a Porto Alegre a leste da BR-116, passando por Novo Hamburgo e integrando o chamado Anel Viário Metropolitano, entre a BR-290 e a RS-239.

O encontro foi virtual e, além do governador Eduardo Leite, participaram prefeitos, secretários estaduais, deputados, integrantes do Daer e da empresa responsável pelo estudo. A prefeita destaca que o estudo será submetido à equipe técnica da Prefeitura para análise. “Após a análise, vamos nos reunir para definir nossas proposições e questionamentos em relação às propostas apresentadas”, explica a prefeita.

A apresentação incluiu o traçado relativo ao anteprojeto já existente; traçado alternativo em segmentos onde já se verifica ocupação urbana nas proximidades da diretriz do traçado; e outras alternativas para análise comparativa com as demais. No caso do trecho de Novo Hamburgo a Sapiranga, as propostas mudam pouco e prevêem duas alternativas de traçado.

Para Fátima Daudt, ainda é cedo para uma decisão entre o antigo e o novo traçado propostos para o trecho hamburguense. “O novo traçado procura evitar edificações, mas exige mais viadutos de inundação. Já o antigo traçado tem menos viadutos de inundação, mas agora pode ter um custo maior em desapropriações”, considera a prefeita.

Os viadutos de inundação são assim chamados em razão de passar por área alagadiças, permitindo a passagem de água de um lado ao outro da rodovia.

Ambos os traçados não utilizam a Avenida dos Municípios, em Novo Hamburgo. Eles passam por Lomba Grande, a sudeste do Rio dos Sinos, cruzando o rio em Campo Bom. “Isso é positivo, pois a proposta da rodovia é semelhante à BR-448, ou seja, de trânsito rápido, o que não seria viável na Avenida dos Municípios”, enfatiza a prefeita.

Fonte: Assessoria
Publicidade

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.