Prefeito Luciano Orsi participa de reunião para tratar do Hospital Regional Federal

Por Milena Costa

Vale dos Sinos e do Paranhana se uniram para retomar a mobilização pelo Hospital Regional Federal. Nesta quarta-feira, dia 28, os poderes legislativo e executivo se uniram, na Câmara de Vereadores de Igrejinha, para debater o rumo do projeto. “É um debate amplo, que vai gerar um trabalho árduo de todos. Conseguir um hospital regional federal é extremamente importante, tem muitos méritos e é um caminho complexo que vamos ter que trilhar.

Campo Bom e a Amvars como um todo, estão à disposição, para que possamos oferecer um serviço melhor”

Mas sempre que há uma ação para facilitar a vida dos nossos cidadãos, temos que agir. Vamos elencar o que realmente podemos fazer e de que maneira devemos fazer, para atender as demandas de nossos municípios”, destaca o prefeito Luciano Orsi, que também preside a Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars) e parabenizou todos pela proposta. “É uma questão de vida. E eu quero me somar. Campo Bom e a Amvars como um todo, estão à disposição, para que possamos oferecer um serviço melhor”, afirmou.

A ideia é que a região possa abrigar especialidades como traumatologia, oncologia neurocirurgia, UTI e emergência pediátrica. Isso porque hoje esse tipo de atendimento demanda disponibilidade e transporte para Canoas e Porto Alegre, por exemplo. “Isso acarreta em uma demora no atendimento de quem na verdade não pode esperar. Já fomos a Brasília para buscar recursos a fim de aumentar a quantidade de vagas para atendimento, fizemos mutirões de especialidades. Mas infelizmente isso não é fixo no longo prazo e o pedido de socorro vem da comunidade. Então nós precisamos definir quais as referências que nós queremos ter nesse hospital regional”, disse Orsi.

Para minimizar este problema, foi dada importância ao tópico da localização, para que seja centralizado, para o fácil acesso entre os municípios pertencentes.

Foto: Lucas Unser/Divulgação | Fonte: Assessoria
Publicidade

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.