Exportações de carne de frango crescem 4,8% em agosto

Por Stephany Foscarini

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informa que as exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, in natura e processados) somaram 379,9 mil toneladas em agosto, volume que supera em 4,8% as exportações registradas no mesmo período do ano passado, com 362,5 mil toneladas.

Em receita, o crescimento foi ainda mais expressivo, com 36,1%, alcançando US$ 677,3 milhões em agosto deste ano, contra US$ 497,8 milhões no oitavo mês de 2020.

Na soma dos oito primeiros meses de 2021, os embarques de carne de frango alcançaram 3,048 milhões de toneladas, volume 7,58% superior ao exportado no mesmo período do ano passado, com 2,833 milhões de toneladas.

No mesmo período (janeiro a agosto), a receita das exportações alcançou US$ 4,893 bilhões, resultado 18,2% maior que o efetivado em 2020, com US$ 4,140 bilhões.

“Os preços aquecidos para as exportações de carne de frango são consequências diretas da alta internacional dos custos de produção. Mesmo com este quadro, grandes mercados importadores de alto valor agregado aumentaram o apetite pelos produtos brasileiros, resultando em um mês marcadamente positivo, reforçando a expectativa de alta histórica nas exportações totais de 2021”, avalia o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Principais destinos

A China importou 57,4 mil toneladas em agosto, volume 4,8% superior ao efetuado no mesmo período de 2020. Assumindo o segundo lugar nas exportações, os Emirados Árabes Unidos importaram no mês 38,8 mil toneladas, número 50,5% superior ao embarcado em agosto do ano passado. Na terceira posição está o Japão, com 35,2 mil toneladas, número 1,7% superior ao embarcado no oitavo mês de 2020.

Outros destaques do mês foram a União Europeia, com 17,2 mil toneladas (+12,5%), o México, que entrou para o “top 10” com 15,1 mil toneladas (+591,4%), as Filipinas, com 12,1 mil toneladas (+55,1%), a Rússia, com 9,5 mil toneladas (+17,6%) e a Líbia, com 8,9 mil toneladas (+161,5%).

Entre os principais estados exportadores estão o Paraná, que embarcou 157 mil toneladas em agosto (+10,18%), seguido por Santa Catarina, com 77,6 mil toneladas (-0,88%) e Rio Grande do Sul, com 50,8 mil toneladas (-17,5%).

Rio Grande do Sul

As exportações gaúchas de carne de frango apresentaram queda em agosto. O volume foi -17,5% inferior, passando de 61,675 mil toneladas em 2020 para 50,890 mil toneladas em 2021. A receita dos embarques do oitavo mês de 2021, porém, chegou a US$ 90,95 milhões, com crescimento do resultado obtido no mesmo mês do ano passado (US$ 80,11 milhões). O resultado representa um aumento de 13,52%.

Nos oito primeiros meses deste ano, foram embarcadas 462 mil toneladas, contra 452,547 mil toneladas no mesmo período de 2020. Isso significa uma pequena alta de 2,09%. O saldo em dólares das exportações chegou a US$ 754,74 milhões entre janeiro e agosto. Esse número é 22,44% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando o saldo foi de US$ 616,43 milhões.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria
Publicidade

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.