Mini Wedding é tendência nos casamentos

Por Ester Ellwanger

Os tradicionais e grandiosos casamentos cada vez mais dão espaço para as cerimônias menores e intimistas. O termo mini wedding, que traduzido ao pé da letra quer dizer mini casamento, define uma tendência no setor de eventos que ganhou força com a chegada da pandemia. O formato já era popular em países europeus e norte-americanos, e no Brasil foi visto como uma alternativa para os noivos que sonhavam com o tão esperado sim em meio às regras de distanciamento social.


“A principal característica do mini wedding é a lista de convidados enxuta. Vem sendo escolha para os noivos que procuram um casamento mais afetuoso, apenas com as pessoas próximas, que permite aproveitar melhor o momento com cada convidado”, conta Aline Passos, gerente de Vendas do Indaiá Eventos, que organiza aproximadamente 450 casamentos por ano. Outro ponto que chama a atenção dos casais é uma cerimônia mais econômica. Com um número menor de convidados, os gastos com buffet e fornecedores também tendem a reduzir.

Apesar da economia em comparação às festas maiores, não é um casamento simples ou improvisado. Pelo contrário, o mini wedding pode seguir o estilo de qualquer casal e traz no checklist vários investimentos previstos nas celebrações tradicionais, como local, recepção, fotógrafo, banda ou DJ, cerimonialista, lembrancinhas, entre outros serviços. “A escolha do local é o ponto alto para esse tipo de evento. Embora os noivos tenham mais liberdade na seleção, o ambiente deve ser preparado para oferecer conforto e aconchego para os convidados. Espaços grandes podem dar a impressão de vazio, por exemplo”, explica Aline.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria

 

 

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.