FAB informa que Aeronave Remotamente Pilotada caiu

Por Marina Klein Telles

A Força Aérea Brasileira informou, em comunicado enviado no grupo de assessoria de imprensa, que uma Aeronave Remotamente Pilotada (ARP), colidiu com o solo em área desabitada na terça-feira, dia 7 de maio de 2024. “Uma Aeronave Remotamente Pilotada (ARP), da FAB, que é empregada nas missões de apoio aos atingidos pelas enchentes no Rio Grande do Sul, apresentou durante sua operação um problema técnico e veio a colidir com o solo, em região desabitada, nesta terça-feira (7). “A Força Aérea informa que o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) vai investigar os fatores contribuintes da ocorrência aeronáutica.”

Uso do ARP no RS

A Força Aérea Brasileira (FAB) estava utilizando uma aeronave remotamente pilotada RQ-900, de grande porte, para auxiliar nos resgates das vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul desde o último domingo, 5 de maio. Esta aeronave, também chamada de Hermes, tem 15 metros de envergadura e pode voar a altitudes de até 9 mil metros, cobrindo uma vasta área. Com seus sensores de alta definição e marcadores a laser, a Hermes tinha a missão de enviar coordenadas de vítimas das enchentes para helicópteros H-60L Black Hawk para o resgate.

Foto: divulgação | Fonte: Assessoria
Publicidade

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.